Cara, de novo?

optimez.gif
 

Yeeeah… O Facebook foi vítima de mais uma brecha de segurança — e, dessa vez, a falha em questão pode ter afetado nada menos do que 50 milhões de usuários ao redor do mundo. Em um pronunciamento feito na sexta-feira (28/09), Mark Zuckerberg alertou que a rede social descobriu uma vulnerabilidade no recurso “Ver como”, utilizado por administradores de páginas para ter uma ideia de como elas se parecem para o público.

Embora a empresa não tenha dado maiores detalhes sobre como o erro funcionava — duh, obviously —, ela alertou que o bug permitia que um atacante roubasse tokens de acesso de outros usuários do Facebook, que poderiam ser usados para acessar contas de terceiros. Como medida paliativa, o recurso “Ver como” foi temporariamente desativado e alguns usuários foram forçados a resetar suas senhas ou simples foram deslogados da rede.

“Visto que acabamos de iniciar nossa investigação, ainda estamos determinando se essas contas foram utilizadas indevidamente ou se qualquer informação foi acessada. Nós também não sabemos quem está por trás desses ataques ou onde eles estão baseados”, explicou Guy Rosen, gerente de segurança do Facebook.

Como resultado, as ações da rede social já registravam uma queda de 3% durante o fechamento desta edição. Vale a pena lembrar que, dias atrás, a companhia já esteve diante de outra polêmica — pesquisadores descobriram que ela utiliza os números de telefone cadastrados na autenticação dupla para fazer dinheiro com publicidade. Que feio, Zuckerberg. Que feio.


While you were sleeping...

  • A Avast encontrou uma nova botnet, batizada de Torii, que pode ser considerada uma versão aprimorada — e muito mais perigosa — do que a Mirai.

  • Um ex-funcionário da NSA foi preso por, “sem querer”, ter vazado informações confidenciais da agência para a Rússia. Ele teria deixado documentos sigilosos em um computador que rodava um software da Kaspersky.

  • Cansado de esperar pelo Temer, o deputado Rogério Nogueira (DEM-SP) registrou um projeto de lei (nº598/2018) que visa criar uma autoridade estadual de proteção de dados apenas para São Paulo.

 
 
 

GOSTOU?

Se inscreva e receba nossa newsletter com mais conteúdos bacanas como este.

COMPARTILHa com a galera.