Read, hack, repeat

Certificação da gestão da segurança da informação é aliada da redução de riscos em TI

Ramon de Souza

Texto de autoria da TÜV Rheinland, exclusivamente para a The Hack.

Nunca se consumiu tanta informação no mundo. Para as empresas, atestar a capacidade de seus sistemas de TI de proteger um volume gigantesco de dados processados é um diferencial competitivo que pode influenciar a preferência dos parceiros de negócios e de clientes por seus serviços.

Segundo Mayara Zunckeller, Coordenadora Geral de Operações da TÜV Rheinland Brasil (que presta serviços de certificação em Information Security Management Systems em conformidade com as normas internacionais ISO 27001o), o impacto positivo gerado pela certificação de Sistemas de Gestão da Segurança de Informação é a mitigação de riscos por meio da adoção constante de processos padronizados.

No dia a dia das operações, isso se traduz em: redução de custos com ações corretivas; diminuição de falhas de segurança; total garantia de confidencialidade das informações; identificação imediata de vulnerabilidades; e um método estruturado para atendimento das conformidades.

"Os riscos de segurança são minimizados a partir do cumprimento de procedimentos de segurança da informação. São contribuições que, gerenciadas em longo prazo, estabelecem um processo de evolução sustentável da integridade dos sistemas de TI, e o consequente fortalecimento do sistema de gestão da qualidade das companhias", afirma Mayara Zunckeller.

Independentemente do grau de complexidade e de conformidade do sistema de TI, a TÜV Rheinland é acreditada a oferecer às companhias uma análise da gestão da segurança de informação alinhada aos padrões globais descritos pela ISO 27001. Essa auditoria preliminar é opcional e pode anteceder as etapas formais do processo de certificação, que inclui as auditorias de certificação nível 1 (avaliação documentação do sistema) e nível 2 (avaliação do sistema na prática para verificação de eficácia).

Mediante o resultado, é emitido o certificado de conformidade com requisitos da norma, que tem seu registro efetuado na base de dados online Certipedia. Posteriormente, é prevista uma auditoria de acompanhamento anual, e uma renovação da certificação antes de completar três anos, em sequência ao processo de desenvolvimento contínuo.

"Ao garantir a proteção dos seus sistemas de TI e dos processos de segurança da informação, bem como o tratamento confidencial dedicado às informações, as empresas criam um referencial de transparência e confiabilidade para a operação e uma vantagem extremamente competitiva para seus negócios", acrescenta a coordenadora.

Compartilhar twitter/ facebook/ copiar link
Insira alguma palavra-chave. 0 Aqui está o que nós encontramos

Que tal falar conosco sobre parcerias e oportunidades?

Vamos tomar um café. Mande um email para hello@thehack.com.br.