Read, hack, repeat

Mainlining, jogo de simulação de hacking, chega ao Nintendo Switch

Ramon de Souza

Não importa o quão bom você seja — será meio difícil conseguir, um dia, trabalhar com hacking ofensivo no serviço de inteligência do Reino Unido. Porém, se você não quer abrir mão desse sonho excêntrico, vale a pena ter um gostinho da experiência ao jogar Mainlining, uma obra originalmente lançada para computadores e que acaba de receber uma edição para o Nintendo Switch.

O game te coloca na pele de um agente da MI7 — departamento do Diretório de Inteligência Militar da Inglaterra — que tem como missão invadir dispositivos eletrônicos de cidadãos e encontrar indícios de que eles possam estar envolvidos com uma rede de criminosos cibernéticos. O mais engraçado é que isso só seria possível graças a uma lei fictícia que permite esse tipo de atividade para garantir a manutenção da lei.

Empregando gráficos pixelados e um visual bem retrô, Mainlining se ambienta inteiramente dentro do computador do protagonista, que executa um SO (também fictício e altamente inspirado no Windows XP) conhecido como Rainbows MI7. Nele, você tem acesso a uma série de aplicações, como um mensageiro instantâneo, um browser, um cliente de email, um terminal de comando, um serviço de armazenamento na nuvem e assim por diante.

O mais interessante é que todos os elementos do jogo possuem divertidas referências ao mundo real, incluindo um site chamado Smuggler Cove, parecidíssimo ao The Pirate Bay. A nova versão de Mainlining para Nintendo Switch pode ser adquirida por US$ 14,99 através da loja virtual Nintendo Game Store dos EUA. Já a versão para PC, para quem ainda não jogou, pode ser comprada na plataforma Steam.


Fonte: Mainlining/Steam

Share twitter/ facebook/ copy link
Please enter at least 3 characters 0 Results for your search

Que tal falar conosco sobre parcerias e oportunidades?

Vamos tomar um café. Mande um email para hello@thehack.com.br.