O maior vazamento do ano?

giphy.gif
 

Em uma manobra que tem um alto potencial para se tornar um dos principais incidentes cibernéticos de 2019, um grupo de criminosos conseguiu roubar uma quantidade absurda de informações sensíveis da Citycomp, empresa alemã que oferece soluções de infraestrutura em TI e que possui presença em pelo menos 75 países. O objetivo dos invasores era extorquir a corporação com os arquivos roubados; uma vez que a proposta foi recusada, eles decidiram publicar o material na deep web.

A grande questão é: a Citycomp é uma das principais provedoras de serviços de computação da Europa, tendo como clientes nomes como Ericsson, Leica, Toshiba, UniCredit, British Telecom, Hugo Boss, Oracle, Airbus, Porsche e Volkswagen. A coleção de dados vazada inclui documentos sigilosos e informações financeiras sobre todas essas marcas — são mais de 312 mil arquivos organizados em 51 mil pastas, totalizando nada menos do que 516 GB de material roubado.

O episódio foi confirmado pela multinacional alemã em um comunicado publicado em seu site oficial. No texto, a Citycomp garante já estar trabalhando com as forças policiais de Bade-Vurtemberga para resolver o assunto. Ao Motherboard, um representante da companhia garantiu que todos os seus clientes foram alertados sobre o vazamento “com total transparência” e ainda comentou que o suporte oferecido por eles para a resolução do caso tem sido “unânime”.

O Motherboard, aliás, entrou em contato com um dos criminosos que reivindicaram a responsabilidade pelo ataque. Usando o pseudônimo Boris Bullet-Dodger, o invasor confirmou ter pedido US$ 5 mil para não publicar os documentos e garantiu que não tentará extorquir os clientes da Citycomp individualmente, já que “essas companhias não têm culpa sobre o trabalho medíocre [da Citycomp]”.

Vamos acompanhar o desenrolar dessa história.


While you were sleeping...

  • A Magazine Luiza anunciou a compra da Netshoes por US$ 62 milhões. O valor parece alto, mas vale lembrar que, em 2017, o ecommerce abriu fez seu IPO valendo US$ 145 milhões. Isso que é desvalorização.

  • O Spotify finalmente atingiu a sua tão desejada marca de 100 milhões de assinantes pagos (e 217 milhões no total). Enquanto isso, o Apple Music — seu principal concorrente — tem apenas 50 milhões de pagantes.

  • Um estudo bizarro feito por pesquisadores da Universidade de Oxford mostrou que, durante os próximos 50 anos, o número de perfis de pessoas mortas vai superar a quantidade de perfis de pessoas vivas no Facebook. The Walking Social Media.

  • A Adafruit lançou o teclado e o mouse oficial para o Raspberry Pi. Eles já estão disponíveis na loja virtual da companhia por, respectivamente, US$ 18,50 e US$ 8,95 — porém, poucas unidades restavam em estoque no fechamento desta edição.

 
 
 

GOSTOU?

Se inscreva e receba nossa newsletter com mais conteúdos bacanas como este.

COMPARTILHa com a galera.