Read, hack, repeat

65% dos sistemas industriais do mundo estão desatualizados e isso não é bom

Ramon de Souza

Parece que casos como o do Stuxnet ou do Black Energy não foram o suficiente para educar alguns executivos ao redor do mundo. Uma recente pesquisa publicada pela Trend Micro alertou para o fato de que 65% dos sistemas industriais utilizados ao redor do mundo estão desatualizados, o que abre inúmeras brechas para crimes cibernéticos — o que inclui desde a proliferação de malwares diretamente nocivos até campanhas de espionagem.

De acordo com o relatório, batizado de “Securing Smart Factories: Threats to Manufacturing Environments in the Era of Industry 4.0” (ou Protegendo Fábricas Inteligentes: Ameaças aos Ambientes de Manufatura na Era da Indústria 4.0), muitos empreendimentos industriais estão adotando tecnologias de conectividade com o intuito de otimizar a produtividade, melhorar os processos internos e até mesmo reduzir custos com manufatura sob demanda.

Porém, uma implementação pouco planejada de novos recursos tecnológicos, ao lado do emprego de soluções industriais antigas (que não foram inicialmente projetadas com foco em segurança), pode acabar causando um cenário reverso. Isso porque a adição de conectividade em sistemas inicialmente isolados expõe protocolos inseguros à rede, tornando toda a infraestrutura vulnerável a ameaças antigas.

“Como esta pesquisa descreve, a convergência de TI e OT poderia ter um impacto sério nas linhas de produção, podendo levar a perda de IP e vantagem competitiva”, aponta Steve Quane, vice-presidente executivo de defesa de redes e segurança em nuvem híbrida da Trend Micro. Caso você tenha se interessado, é possível conferir o relatório completo (em inglês) através deste link.


Fonte: Trend Micro

Compartilhar twitter/ facebook/ copiar link
Insira alguma palavra-chave. 0 Aqui está o que nós encontramos

Que tal falar conosco sobre parcerias e oportunidades?

Vamos tomar um café. Mande um email para hello@thehack.com.br.