Read, hack, repeat

Carrefour é multado em 3.8 milhões de euros por descumprimento da GDPR

Guilherme Petry 0 min

O Carrefour, multinacional francesa de supermercados com operações em mais de 30 países, foi multada em €3 milhões (quase RS$ 20 milhões) por múltiplas violações do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR). Informações são da Infosecurity Magazine.

De acordo com o portal, a multa foi aplicada pela Comissão Nacional de Computação e Liberdade (CNIL), uma das principais organizações reguladoras do GDPR na Europa. Além da rede mundial de supermercados, o Banco Carrefour, conhecido por Carrefour Soluções Financeiras no Brasil, também foi multado pelo órgão, em € 800 mil (mais de RS$ 5 milhões).

A justificativa da CNIL para as multas é que as informações sobre proteção e uso de dados de clientes eram muito complicadas, imprecisas e em alguns casos estavam até escondidas em longos documentos, misturadas com outras informações.

Além disso, a empresa utilizava cookies de forma ilegal e quando um cliente perguntava sobre como seus dados estão sendo utilizados pela empresa, o Carrefour não era transparente, operava com uma política restritiva e não respondia às solicitações dentro do prazo legal. A CNIL considerou também que haviam poucas informações sobre as transferências de dados para fora da União Europeia.

A transparência das empresas com relação ao uso de dados de seus clientes e usuários é uma das principais exigências da GDPR e da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no Brasil.

É importante lembrar que a página de política de privacidade do Carrefour Brasil é extensa, mas o conteúdo é transparente e clientes podem solicitar revisão, anonimização ou contestar o tratamento de seus dados que foram coletados pela empresa.

Fora de contexto

No Brasil, o Carrefour se envolveu em três grandes polêmicas nos últimos anos. Novembro de 2018: a cadela Manchinha foi envenenada e espancada até a morte, em Osasco (SP). Agosto de 2020: um funcionário morreu e seu corpo foi escondido embaixo de guarda-sóis, em Recife (PE). Novembro de 2020: um homem foi espancado até a morte por seguranças, em Porto Alegre (RS).


Fontes: Infosecurity Magazine; Carrefour.

Compartilhar twitter/ facebook/ Copiar link
Você se inscreveu com sucesso no The Hack
Bem vindo de Volta!
Massa! Você se registrou com sucesso.
Sucess! Sua conta está completamente ativada.