Read, hack, repeat

G Suite ganha novos recursos de segurança, incluindo suporte ao BIMI

Ramon de Souza 0 min

A Google acaba de anunciar, na manhã desta terça-feira (21), uma série de novidades interessantes para seu pacote de soluções corporativas G Suite — incluindo novos recursos com foco em segurança e privacidade na web. Uma das funcionalidades mais legais divulgada pela Gigante das Buscas é a tão aguardada integração do Gmail com o protocolo BIMI (Brand Indicators for Message Identification ou Indicadores de Marca para Identificação de Mensagens).

O BIMI é mais um padrão de autenticação de emails corporativos, tendo surgido em 2019 para complementar o DMARC (Domain-Based Message Authentication Message Conformance ou Mensagem Baseada em Domínio de Autenticação, Relatório e Conformidade). Basicamente, a tecnologia utiliza processos de verificação com base no logotipo corporativo do usuário para transmitir tal imagem nos slots de avatar da interface do cliente de email.

Trata-se de uma via de mão dupla: os usuários finais poderão identificar tentativas de phishing com maior facilidade (visto que emails falsos não contarão com o logotipo oficial da marca) e as marcas usufruirão de uma melhor reputação digital. Por enquanto, o processo de certificação de logos será feito por duas autoridades: a Entrust Datacard e a DigiCert.

(Divulgação: Google)

“Para organizações que querem criar uma presença de marca confiável através do email, o BIMI é uma grande oportunidade, incentivando-os a implementar uma autenticação forte, que por sua vez vai levar a um ecossistema de email mais confiável e seguro para todo mundo”, comenta Seth Blank, chairman da AuthIndicators Working Group e vice-presidente de padrões e tecnologias da Valimail.

Meet e Chat

Já no Google Meet, foram implementadas medidas adicionais para controlar quem pode “bater na porta” de uma sala e participar de uma conferência. Ademais, quando um participante for banido de uma sala ou tiver seu pedido de entrada negado diversas vezes, ele será automaticamente bloqueado e só poderá reingressar naquela reunião caso seja manualmente convidado por um dos organizadores.

Outros implementos de segurança incluem algumas travas adicionais como configurar por quais métodos um convidado pode adentrar na sala (por telefone, por convite no calendário etc.), bloquear todos os usuários anônimos e controlar o nível de interação de determinados participantes, impedindo que alguém use o chat ou compartilhe sua tela.

(Divulgação: Google)

Enquanto isso, o Google Chat ganhou os recursos de Safe Browsing do Gmail, sendo capaz de analisar e identificar, em tempo real, se um link enviado em uma conversa é malicioso. Os usuários também ganham o poder de denunciar a existência de conteúdo perigoso em uma sala e bloqueá-la com poucos cliques.

Melhorias para o Admin

Por fim, também temos algumas melhorias no painel Google Admin. Além de um visual redesenhado de gestão de dispositivos e integração com o Apple Business Manager, o novo dashboard permite que líderes de Ti usem gerenciadores automatizados de direitos autorais para impedir que seus colaboradores baixem, imprimam ou copiem documentos do Google Drive — um recurso útil para impedir que informações corporativas sensíveis trafeguem em cenários inapropriados.

(Divulgação: Google)

Todos esses recursos devem ser disponibilizados de forma gradual, ao longo das próximas semanas, para os usuários do G Suite ao redor do mundo.


Fonte: Google

Compartilhar twitter/ facebook/ Copiar link
Você se inscreveu com sucesso no The Hack
Bem vindo de Volta!
Massa! Você se registrou com sucesso.
Sucess! Sua conta está completamente ativada.