Read, hack, repeat

Prejuízo médio de um ataque cibernético aumenta para US$ 4,6 milhões

Ramon de Souza

Temos novas provas de que investir em segurança cibernética é uma postura que pode livrar as empresas de prejuízos astronômicos. O custo médio de um ataque cibernético aumentou consideravelmente ao longo dos primeiros meses de 2019, atingindo a faixa dos US$ 4,6 milhões; até ano passado, esse número era de US$ 3 milhões por incidente. Para piorar, globalmente falando, 13% dos casos custaram US$ 10 milhões ou mais para as empresas que foram afetadas — em 2018, episódios tão graves representavam só 7%.

As informações são do relatório “2019 C-Suite Perspectives: From Defense to Offense, Executives Turn Information Security into a Competitive Advantage”, produzido por pesquisadores da Radware. A pesquisa também aponta que os três maiores impactos em tais golpes cibernéticos é a perda direta de clientes (46%), seguido pela perda de reputação (44%) e danos operacionais (32% dos casos). Tais fatores, aliados ao gasto com notificações do público, geram prejuízos astronômicos.

Por mais que segurança cibernética já seja uma preocupação constante e esteja até mesmo sendo encarada como um fator competitivo (com 75% dos entrevistados garantindo que a proteção de dados é um ponto chave para sua estratégia de marketing), os ataques continuam ocorrendo. Nada menos do que 70% dos participantes assumiram que suas empresas sofreram algum tipo de incidente cibernético ao longo dos últimos meses.

Você pode ler o relatório completo (em inglês) neste link.


Fonte: Radware (via Dark Reading)

Share twitter/ facebook/ copy link
Please enter at least 3 characters 0 Results for your search

Que tal falar conosco sobre parcerias e oportunidades?

Vamos tomar um café. Mande um email para hello@thehack.com.br.