Read, hack, repeat

Serviço ajuda você a transpor o Grande Firewall da China

Ramon de Souza

Não é fácil projetar um site para a internet chinesa. O país asiático implementa, desde o finalzinho da década de 90, uma série de tecnologias e regulações que dificultam muito o acesso a serviços online projetados por estrangeiros — um pacote de medidas que ficou conhecido popularmente como The Great China Firewall ou O Grande Firewall da China.

Em resumo, isso significa que um blog feito no Wordpress ou uma aplicação web hospedada na Amazon Web Services, por exemplo, podem sofrer com uma extrema lentidão ou até mesmo serem totalmente bloqueados para os internautas do país. Aos desenvolvedores, só restam duas opções: hospedar seu conteúdo na China (o que é um processo extremamente burocrático) ou usar alguns truques para aprimorar seu código.

E foi pensando em uma forma de democratizar essa segunda opção que o desenvolvedor Ding Yu resolveu criar o GFWaaS — GFW as a Service, um serviço por assinatura que lhe permite testar seus sites como se eles estivessem sendo acessados em um computador comum de um cidadão chinês. Sua principal funcionalidade é a captura de logs em HAR, o que lhe permite ter dados detalhados sobre o comportamento da página em frente ao firewall censor.

(Reprodução: GFWaaS)

A edição mais básica do GFWaaS custa US$ 49 por mês; contudo, ao optar pelo plano de US$ 199, você também ganha acesso ao Browser VNC, que lhe permite efetivamente navegar pelo site testado em uma máquina virtual localizada na China. Embora o investimento pareça ser um tanto alto, não podemos negar que a solução é deveras interessante — especialmente para quem possui algum projeto de âmbito social e/ou político para o país em questão.


Fonte: GFWaaS

Compartilhar twitter/ facebook/ copiar link
Insira alguma palavra-chave. 0 Aqui está o que nós encontramos

Que tal falar conosco sobre parcerias e oportunidades?

Vamos tomar um café. Mande um email para hello@thehack.com.br.